Médicos Franceses se desculpam pela ideia de testar vacina de coronavírus em África

0
Após pressão de várias personalidades africanas, os dois médicos pediram desculpas e retiraram a proposta de se transformar África num laboratório experimental

O médico intensivista de Paris, Jean-Paul Mira, pediu desculpas na sexta-feira por sugerir o teste na África de uma vacina contra a tuberculose “reaproveitada” como uma batedeira da COVID-19 durante uma conversa com um colega na televisão.

Após pressão de várias personalidades africanas, os dois médicos pediram desculpas e retiraram a proposta de se transformar África num laboratório experimental.

Uma ideia que gerou revolta em várias personalidades, como Droga e Samuel Etoo, “A África não é um laboratório de testes”, respondeu Didier Drogba, ex-futebolista do Costa do Marfim, e um coletivo de advogados marroquinos disse que processaria o médico por difamação racial.

DW

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here